Dia 6 – Teste A/B, EPC e Postback Global — CrakRevenue’s Masterclass

Bem-vindo ao Dia 6 de nossa Masterclass.

Acredite na gente, os testes A/B são o caminho

Os testes A/B são como se você estivesse encarregado de um laboratório onde novas ideias nascem e são constantemente ajustadas. Com os testes A/B, você pode comparar duas versões de qualquer coisa: landing pages, banners, CTA, títulos — e, bem, você entendeu.

Ambas as versões de seu conteúdo serão exibidas aos visitantes de forma aleatória. E com a ajuda de dados estatísticos, você conseguirá identificar qual delas tem melhor desempenho.

Você pode basicamente fazer teste A/B com tudo.

O monitoramento é tudo

O monitoramento geral das estatísticas consiste em rastrear suas vendas por Data, Programa, GEO, Tour, Categoria, e assim por diante — isso é óbvio.

Mas, ter uma visão panorâmica do seu tráfego que se converte, e como converte? Isso é com você.

Para desenterrar esse tesouro, você precisa usar rastreadores para diferenciar suas fontes de tráfego. Responda a esta simples pergunta:

“De onde vem seu tráfego que mais converte?”

Se você não sabe a resposta, está na hora de começar a rastreá-lo.

Tudo se resume a esta simples ideia: os rastreadores são ferramentas projetadas para gerar estatísticas relevantes específicas para seu tráfego e seus métodos de promoção.

Tá. Mas onde eu começo?

Rastreadores são dados, e dados são informações. Mas, como já dissemos, eles precisam ser relevantes para o seu tráfego.

Uma das formas mais fáceis de começar é usar Sub-IDs em seus links de rastreamento. Esta é uma informação única que você vai usar para identificar links de rastreamento específicos, ou campanhas. No exemplo abaixo, adicionamos duas Sub-IDs: Facebook e Banner nº 2.

Isso irá identificar as conversões provenientes do Facebook (fonte de tráfego) usando o banner nº 2 (criativo ou imagem utilizada).​

(Essas opções de rastreamento podem ser encontradas em todas as páginas de ofertas que temos)

Você tem um site?

Se você tem um site, considere implantar imediatamente o Google Analytics em seu site para começar a coletar o máximo de dados no que diz respeito ao seu tráfego. Você também pode usar rastreadores UTM para saber exatamente de onde seus visitantes estão vindo, e de quais campanhas.

EPC, a métrica da eficiência

EPC (Earnings per Click) nos diz o valor médio da receita por clique.

Por exemplo, se 1.000 pessoas clicaram em seu link, e você gerou $150 no total com essa oferta, isso significa que você ganhou $0,15 por clique. (150/1.000=0,15)

Tipicamente, um EPC melhor indica uma campanha mais eficiente e bem-sucedida — mas esse nem sempre é o caso. Um EPC mais alto não significa necessariamente mais dinheiro no seu bolso.

Simplificando, você preferiria vender dois carros de $100.000 uma vez por ano, ou vinte carros no valor de $16.000 por ano? 😉

Postback Global

Simplificando, os postbacks transmitem informações sobre suas conversões. Na CrakRevenue, registramos todas as informações de um clique do usuário, incluindo subIDs dos afiliados, o valor de pagamento de uma oferta específica, geolocalização, dispositivo, banner clicado, e muito mais. Quando ocorre uma conversão, é possível adicionar qualquer uma ou todas essas informações à plataforma do afiliado com um postback. Os Postbacks Globais lhe notificarão de conversões em TODAS as ofertas.

Para conseguir isso, o software anexa diferentes valores à URL de rastreamento que são retornados na URL do postback. Por exemplo, se você quiser rastrear o tráfego do dispositivo de sua escolha, ele pode se parecer com algo assim:

www.yourdomainname.com/track?device_id={device_id}&app_id={app_id}&transaction_id={aff_sub}

Não hesite em entrar em contato com sua equipe AM ou de Suporte para configurar um Postback Global em sua conta!

_____

Looking to use the same resources as we do? Visit our Affiliate Resources page.